sexta-feira, 8 de maio de 2009

INTELIGÊNCIA EMOCIONAL - lendo Daniel Goleman e "tirando apontamentos"

As nossas Emoções, os circuitos neuronais de emoções básicas, aquilo com que nascemos, vem de um Passado ANCESTRAL de um milhão de anos e têm origem na nossa necessidade de sobrevivência, como Espécie Humana.
........................................................

INTELIGÊNCIA EMOCIONAL traduz-se em :
- A capacidade de a pessoa se motivar a si mesma e persistir a despeito das frustações.
- A capacidade de controlar os impulsos e adiar a recompensa.
- A capacidade de regular o seu próprio estado de espírito e impedir que o desânimo subjugue a faculdade de pensar.
- A capacidade de sentir empatia e de ter esperança.
...................................................................
AS NOSSAS COMPETÊNCIAS EMOCIONAIS ( I.E.) podem ser aprendidas e aperfeiçoadas se nos dermos ao trabalho de as re/EDUCAR.
.................................................................
APRENDER a harmonizar a Inteligência racional (Q.I.) com a Inteligência emocional ( I.E.) É POSSÍVEL e daí resulta o equilíbrio, a harmonia, enfim, aquilo a que muitos de nós chamamos... a nossa Paz interior...


1 comentário:

Regina disse...

Ainda não li o livro 'INTELIGÊNCIA EMOCIONAL" DE GOLEMAN, mas o farei muito breve.
O assunto é polêmico entre os universitários. Eu procuro uma deficinção, encontro muitas, sei que algum dia alguém dará uma que se encaixará sem deixar dúvidas.
O mais importante parece ser a simplicidade de relacionar-se bem com o mundo, através dela. É como dizer... transcendental, experimente! procure lidar com ela, leia sobre ela, sobretudo pratique-a. É possível transformar o mundo com essa inteligência. O mundo capitalista engessa as mentes ao ponto de elas não perceberem as coisas simples que dão resultado. Tão simples que as pessoas complicam. Jesus ensinou isto!