terça-feira, 22 de março de 2011

Dança com as tuas mãos e BOA PRIMAVERA!!


Sente-se em silêncio e deixe que seus dedos se mexam à vontade.
Sinta o movimento a partir de dentro; não tente percebê-lo de fora.
Portanto, mantenha os olhos fechados e deixe que a energia flua cada vez mais para as mãos.

As mãos estão profundamente ligadas ao cérebro:
a mão direita, com o lado esquerdo do cérebro;
a mão esquerda, com o lado direito do cérebro.
 
Se você der total liberdade de expressão aos seus dedos, muitas tensões acumuladas no cérebro serão aliviadas.
Essa é a maneira mais fácil de aliviar o mecanismo do cérebro, suas repressões, sua energia não usada.
Suas mãos são perfeitamente capazes de fazer isso.

Algumas vezes você sentirá que sua mão esquerda está erguida, outras a direita.
Não imponha nenhum padrão; qualquer que seja a necessidade da energia, ela tomará aquela forma.
 
Quando o lado esquerdo do cérebro desejar liberar energia, ele desencadeará uma forma determinada.
Quando o lado direito do cérebro estiver muito sobrecarregado com a energia, haverá um gesto diferente.

Você pode se tornar um grande meditador por meio dos gestos das mãos.
Assim, sente-se em silêncio e brinque, dê permissão às mãos e ficará surpreso: isso é mágico.
Você não precisa pular, correr ou fazer muita meditação caótica.
Apenas as suas mãos serão suficientes.


 
Osho, em "O Livro Orange"

2 comentários:

Dragão Dourado disse...

Querida do céu, obrigado pro existir e por ter feito esse blog...

Estou numa fase onde detectei mesmo que preciso saber como lidar com o diálogo interno como ser mais flexivel comigo mesmo... E esse blog venho e muito a calhar para me ajudar no auto-conhecimento....
Tenho ainda TDAH e estou me curando disso com muita compreensão...
Obrigado querida!
até mais!

Isabel Perry disse...

Dragão Dourado, fiquei muito sensibilizada com as palavras que me deixou. Se eu conseguir fazer, nem que seja 1 Pessoa, sentir-se um pouco mais feliz, considero que a minha Existência é útil.
Se aqui voltar, receba um abraço solidário e obrigada por aqui vir OUSAR CRESCER.... tal como eu...
Isabel
:)